SUBTRACÇÃO       

           Também aqui já muito trabalho foi feito, quer na composição/decomposição de nºs, quer na adição que é a operação directa da subtracção.

            Basta agora que se coloque uma régua (conjunto) na vertical e outra também na vertical (subconjunto) encostada à primeira, procurando-se agora, por tentativas, determinar a régua que falta (subconjunto complementar), para ficar igual à maior, pondo-se também na vertical, por cima da mais pequena e encostada à maior.

                               

Dizendo - por exemplo:

       A régua 2 para chegar lá acima à régua 5  - falta a régua 3.             

Também aqui aparecem os três passos, à semelhança do que se disse na adição. Os procedimentos e objectivos são também, em tudo, semelhantes.

  voltar ao índice