SITUAÇÕES PROBLEMÁTICAS COM RESOLUÇÃO ATRAVÉS DE EQUAÇÕES GRÁFICAS E NUMÉRICAS

         Mais uma vez se refere que a estrutura de raciocínio para resolver problemas é sempre a mesma do 1º ao 4º ano e à partida são todos “de somar”. O essencial é criar esquemas de suporte do raciocínio de modo que o aluno não se perca durante a sua resolução. É vulgar verificar-se que o aluno inicia bem o raciocínio, perdendo-se pelo caminho, e isto por falta de esquemas de apoio, em nosso entender.         Vejamos alguns exemplos de resolução de situações problemáticas, e como os esquemas são idênticos no 1º e no 4º   anos              

  

O João recebeu 5 rebuçados do pai e 3 da mãe. Quantos rebuçados recebeu?   

                                 1º A

A Rita comprou 3 m de fita azul e 5 dm de fita verde. Quantos metros de fita comprou?

                                   

O Zé comprou 9 rebuçados, mas já comeu 3. Quantos rebuçados tem ainda?       

                                2º A                         

A Rita comprou 9 m de fita, mas já gastou 3 dm. Quantos metros tem ainda?

                                 

O Pedro comprou 4 saquinhos com 2 bombons cada um. Quantos bombons comprou o Pedro?

                              3º A

A Maria comprou 4 m de fita a 17$50 cada metro. Quanto gastou na fita?

                                

O Rui comprou 8 bombons, guardados em 2 caixas iguais. Quantos bombons tinha cada caixa ?

                                4º A

 A Sofia comprou 3,5 m de fita por 70$00. Quanto custa cada metro?

                              4º B

A Paula gastou 70$00 em fita de 20$00 cada metro. Quantos metros comprou?

                                5 º

A mãe comprou 3 Kg de batatas por 150$00. Quanto custarão 250 g dessas batatas ?   

Todos os problemas de proporcionalidade directa poderão ser resolvidos com estes esquemas de suporte de raciocínio.

voltar ao índice