DEFINIÇÃO DE PLANO                                                                                                                                                         Sabemos que para definir um plano necessitamos de três pontos. Dito desta maneira muito breve é deveras redutor porque o aluno, por ele, não procurou nem criou coisa nenhuma. É muito BEAVEORISTA e nada CONSTRUTIVISTA. Então iremos propor uma actividade donde resulte esse conceito. Diremos aos alunos, em revisão, que o tampo das suas carteiras são superfícies planas ou PLANOS. Proporemos aos alunos que iremos construir umas mesinhas e uns banquinhos, mas em vez de serem feitos em madeira, serão feitos em batatas por ser mais fácil de trabalhar. Cortemos umas batatas grandes em fatias que servirão de tampos para as mesas. Cada aluno ficará com um tampo para a sua mesa. Depois daremos aos alunos palitos para cada um colocar no tampo os pés  da mesa necessários. Começaremos por lhe dar um só palito a cada aluno, propondo-lhes que verifiquem se é quanto baste. Todos os alunos experimentarão e forçosamente concluirão que um só PONTO não chega para equilibrar a mesa no PLANO: Dar-lhes-emos mais um palito a cada um para que eles tentem equilibrar a mesa. Concluirão que só com dois PONTOS não é possível equilibrar a mesa. Dar-lhes-emos depois mais dois palitos, ficando cada um com quatro. É natural que digam com entusiasmo que agora sim, a mesa já se aguenta de pé. Mas agora iremos nós verificar se os quatro PONTOS – palitos- estarão todos em contacto com o plano - mesa de trabalho. É muito natural que quase todos os alunos tenham um palito (PONTO) sem tocar no plano - mesa de trabalho. Daremos mais um palito, ficando cinco. Ao verificarmos se todos os PONTOS - palitos estão em contacto com o plano - mesa de trabalho, todos na sala agora concluirão que ainda ficou pior porque quase todos os alunos têm na sua mesa dois PONTOS - palitos que não tocam no PLANO- mesa  de trabalho. E nós diremos que assim não pode ser porque os pés da mesa não estão certos; a mesa não está equilibrada. Todos os alunos se proporão espetar ou aliviar um pouco mais vários palitos, ou cortá-los, de modo a remediarem o mal. Uns conseguirão, mas a maior parte volta a ficar com palitos sem tocar na mesa - PLANO de trabalho, e por mais tentativas  que façam sempre alguns alunos não serão capazes de acertar. Então nós informaremos que teremos de arranjar uma maneira de tudo ficar certo à primeira, sem necessidade de ir acertando por tentativas. Proporemos que todos os alunos tentem equilibrar a mesa, aumentando ou tirando palitos de modo a que nenhum deles fique no ar. Após várias tentativas, alguns alunos irão concluindo que com três PONTOS - palitos é muito fácil e à primeira, porque assim dá sempre certo, mesmo que a mesa fique um pouco inclinada. Depois de todos terem as suas mesas com os pés - PONTOS bem a tocar no PLANO mesa de trabalho, poderemos dar mais uns pedacinhos de batata para cada um fazer uns banquinhos. Espera-se que para porem as pernas dos bancos não venham pedir-nos dois ou quatro palitos, mas sim os estritamente necessários três palitos. Concluir-se-á que para definir um plano são necessários e suficientes 3 PONTOS (palitos).

VOLTAR AO ÍNDICE