CONCRETIZAÇÃO DE NºS DECIMAIS E JOGOS DE COMPETIÇÃO  APLICÁVEIS                                                               

          Parece-nos que a melhor maneira de concretizar o conceito de números decimais é partir do círculo dividido em dez partes iguais, tendo como limites os raios. É que assim torna-se absurdo, muito cedo, para os alunos, que uma unidade tenha nove ou onze décimas, por exemplo. Só pode ter dez décimas, o que todo o aluno concluiu por ele próprio ao manusear as décimas. Mas ainda terá mais vantagens se esse círculo concretizador for a unidade habitualmente usada no sistema de numeração praticada na aula. Note-se que no tema XL se disse que para classificar trabalhos de expressão se passaram a usar caricas de plástico coloridas e de vários tamanhos. Ora parece vantajoso que para concretizar o conceito de décima se parta em dez partes iguais uma carica que represente a unidade. E aquele pedacinho (fatia) passará a ocupar o seu lugar à direita das unidades com a mesma naturalidade que as unidades ficam à direita das dezenas ou decas.

Para classificar os desenhos passaremos a distribuir também décimas, e as classificações aparecerão também referidas a décimas - obviamente. Ao escrever os algarismos referidos a décimas é conveniente escrevê-los  da cor das centenas. Cada dez pontos, ganhos por cada aluno, serão trocados por um ponto da ordem situada à sua esquerda, maior que a ordem desses pontos; a décima entra no mesmo jogo, pois dez décimas serão trocadas por uma unidade. Podemos propor um jogo de competição aos nossos alunos, tendo por objectivo evidenciar a relação decimal dos algarismos que representam um número.

         Coloquemos em cima duma carteira, à frente da turma e junto do quadro preto, um montanito de caricas representando dezenas, unidades e décimas.

         Escolhamos dois alunos, sendo um dos perspicazes e outro dos despistados, que colocamos no fundo da sala ao lado um do outro.

         Peçamos aos dois alunos que nos mostrem qual dos dois á capaz de ir mais depressa à referida carteira e trazer ao professor o que ele lhe pedir.

         À voz de doze décimas - 1, 2, 3 - partem os dois.

          É natural que um conte fatias e o outro conte uma unidade inteira que faz logo dez e mais duas fatias,  chegando primeiro ao pé do professor com a tarefa cumprida. A turma, ao observar o resultado da competição e da razão do êxito do vencedor, concluirá o óbvio, sem necessidade de discurso do professor.

         E ao 2º ou 3º jogo do género já na sala não haverá seguramente despistados, todos são perspicazes, e já ninguém perde o jogo por atraso no raciocínio matemático, mas por questão física.

         Para concretizar a centésima seria necessário partir a décima em dez fatias iguais, o que nós tentaremos na frente da turma, mas que se concluirá pela impossibilidade técnica por ser tudo muito pequenino.

        Então criaremos um círculo de cartolina com cerca de 10 cm de raio que valerá também uma unidade tal como a referida carica.

         A partir destes círculos, voltamos a criar as décimas e já é tecnicamente possível partir as centésimas e até as milésimas.

  As décimas, centésimas e milésimas assim criadas serão também usadas para  pontuar trabalhos, procedendo  em tudo como se fez com as centenas/hectos, com dezenas/decas e unidades, concluindo os alunos, necessariamente, que as relações decimais se mantêm e é sempre “a mesma coisa”.

         Também aqui se poderá fazer o jogo de competição, pedindo, por exemplo, onze milésimas, ou treze centésimas, ou cento e vinte e três milésimas, etc.

         Jogando, todos perceberão a mecânica da numeração.

         Para escrever os números é conveniente que as décimas sejam verdes, as centésimas vermelhas e as milésimas amarelas ou azuis.

         As mesmas actividades propostas no tema XLVI poderão ser agora realizadas também com as décimas, centésimas e milésimas, pedindo-se aos alunos que refiram (reduzam) o número ora a dezenas/decas, ora a unidades, ora a décimas, centésimas ou milésimas e a outras.

         Os alunos já estarão a reduzir, antes de serem dadas as unidades de medida do sistema métrico.

         Quando estas forem dadas, o trabalho é idêntico e é só continuar.

 VOLTAR AO ÍNDICE