ANÁLISE ETIMOLÓGICA DOS NOMES DAS DIVERSAS UNIDADES DE MEDIDA DE USO CORRENTE PARA ESTABELECER LIGAÇÕES COM AS MATÉRIAS DADAS

                                                                                                                         Por analogia com o sistema de numeração já tratado, partiremos para outras unidades, que em termos matemáticos, são exactamente a mesma coisa.

         Assim, se o metro é a unidade e se juntarmos dez unidades chamar-se-á  “ Deca do Metro”, se for uma centena chamar-se-á “Hecto do Metro”, se for um milhar chamar-se-á “Kilo do Metro”, se for uma décima chamar-se-á “Décima do Metro”, se for uma centésima chamar-se-á “Centésima do Metro”, se for uma milésima chamar-se-á “Milésima do Metro”.

         Quanto a reduções é andar com avírgula tal como se fez nos temas anteriores – não será novidade  nenhuma.                                                                          

        Cada algarismo será pintado da cor respectiva, tal como se disse para os milhares, centenas, dezenas, unidades, décimas, centésimas e milésimas, ou seja, amarela ou azul, verde, encarnada, amarela ou azul, verde, encarnada, amarela ou azul.

         Para as medidas de peso, se o grama é a unidade, dez gramas chamar-se-á “Deca do Grama”, cem gramas chamar-se-á “Hecto do Grama”, mil gramas chamar-se-á “ Kilo do Grama”, a décima do grama chamar-se-á isso mesmo, tal como a centésima e a milésima.

         Para as medidas de capacidade, se o Litro é a unidade, tudo decorrerá de igual modo.

         Matematicamente é sempre e tudo o mesmo, não havendo ou não devendo haver compartimentos estanques.

         Os nomes correctos, isto é, decilitro em vez de décima do litro virão mais tarde e a pouco e pouco.

voltar ao índice