ACÇÕES DE FORMAÇÃO                                                                       

             Eu próprio comecei a ficar entusiasmado com o que aprendia com os meus alunos na exploração do material que todos manuseávamos no dia a dia, nas concretizações. E estava sempre vendo, ali mesmo junto de nós, conceitos que se tornaram simples de apreender pelos meus alunos. Então, mesmo não sendo do dito programa, mas relacionando-se directamente com o que se estava a tratar, experimentava-se a tratar a descoberta. E tudo foi  tomando novas formas de tal modo que o novo método, de semelhante com o verdadeiro Cuisenaire só teria a sua raiz etimológica, tendo evoluído no material concretizador, nos diferentes passos possíveis de trabalhar os conceitos, como na preocupação de facultar aos alunos uma liberdade de contacto e exploração dos materiais e de incentivar a procura autónoma de caminhos (interacção), fazendo com que cada conceito seja sempre a propedêutica do outro conceito a seguir, já que se pretende que a matemática não seja constituída de compartimentos estanques, mas antes de conceitos sequenciais. E dado que começou a ser novidade conhecida e solicitada, e entendendo eu que será sempre obrigação de cada professor pôr à disposição de todos os outros os seus progressos, não para serem  cegamente seguidos mas para serem criticamente avaliados e eventualmente aproveitados, ainda que modificados e adaptados, meti-me à estrada pelos caminhos do meu distrito, mostrando aos meus colegas como aquilo funcionava. Mas como tinha muito receio que me acusassem de que aquilo era só teoria sem aplicabilidade prática, resolvi, com a colaboração da Câmara Municipal do Cartaxo que me fornecia o transporte, levar sempre os meus alunos  para trabalharem comigo nas demonstrações que fazia do método.

Assim, fiz acções de formação nos seguintes concelhos:

CARTAXO

SANTARÉM

ALMEIRIM                                                 

CHAMUSCA

SALVATERRA DE MAGOS

ALCANENA

TOMAR

ABRANTES

RIO MAIOR

CUBA

LEIRIA   (acções da associação de professores de matemática)

VISEU     (acções da associação de professores de matemática)

                                                                E nas Escolas Superiores de Educação de:

SANTARÉM

LISBOA

                                                 E no âmbito da FOCO

CARTAXO

RIO MAIOR

AZAMBUJA

voltar ao índice